Matérias do Entusiasta

O conteúdo do Entusiasta é de elaboração própria, mas pode ser usado pelos colegas jornalistas ou amigos, só peço que sejam justos e sitem a fonte, assim vai ser uma grande satisfação ver minhas matérias repostadas por aí.



Gostou deste blog? Espalhe pela rede! Compartilhe-o! Valeu!

Share |

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Uma super aventura com 150 bikers pela região de Salalah com o Nizwa Bikers de Omã

 

Uma super aventura com 150  bikers pela  região de Salalah com o    Nizwa Bikers de Omã
Reportagem Claudia Terra #cmdterra

Fotos Nizwa Bikers e Mohamed Farouk ( Alex  Cruisers do  Egito)



A 3ª edição do Dicovery Beauty of Salalah realizado de 4 a 9 de agosto em um total de 3500 km, com rotas  diferentes para  ida e para retorno com belos cenários naturais  de  mar, belas praias e montanhas verdes em uma agradável temperatura de em torno de  20 a  26 graus, exceto em alguns trechos de   travessias pelo deserto, onde  a temperatura era bastante alta. A partida foi da cidade de Nizwa, em Omã. O evento teve cerimônia com presença de autoridades importantes do país que apoiam o motociclismo, além de cobertura total pela mídia local, especialmente pela TV. Uma bela festa do motociclismo no país que tem o futebol como esporte principal e o turismo como  grande  fonte  de sua economia. A viagem reuniu 25  moto grupos e cerca de 150 motos, com motociclistas vindos de vários países próximos a Omã. Este passeio é um dos maiores eventos bikers realizados no país e reúne motociclistas de moto grupo, solos, além de aceitar participação de mulheres, tanto como caronas como ativas com suas próprias motos: “muitas mulheres estão participando este ano e estamos ansiosos para mais participação nos próximos anos”, diz Ahmed Alismaili fundador  e presidente do  Nizwa Bikers...
Reportagem completa no site da Revista Moto Adventure
 https://motoadventure.com.br/point-mc-internacional-uma-super-aventura/
 Se  você  gostou  desta  reportagem,  deixa o seu "Like" e compartilhe!  Curta e siga  nossas  paginas! Gratidão a todos!


















quinta-feira, 9 de agosto de 2018

PNT-TT- Evento que da vida às super máquinas do passado com muita paixão e emoção em uma grande festa para amigos e família no interior de São Paulo


Reportagem  Claudia Terra
Fotos Vinicius Caires e PNT
Video Vinicius Caires e Gasoline Brotherhood


O evento TT (Tira Teima de Motos Históricas) de motocicletas vintage reuniu cerca de 220 motos inscritas para exposição e 130 motos inscritas para corrida, além de várias motos destinadas á venda, além de uma feira com peças antigas: “algumas motocicletas se encaixam em mais de uma categoria, por exemplo, tenho uma Jawa que corre na Pós -Vintage até 350cc, pode correr na acima de 350cc, além das provas de Turismo I e Turismo II que são provas de regularidade, onde se tem um tempo de volta pré-definido e ganha aquele que completar o número de voltas pré-definido, mantendo a maior proximidade com o tempo de prova, sendo que se perde ponto ao passar adiantado ou atrasado a cada volta. Nesta prova o piloto pode contar com responsável por cronometria que lhe dita a necessidade de acelerar ou diminuir a velocidade de modo a cravar o tempo de volta”,  explica Vinicius Caires, um dos organizadores  do  PNT TT.
Nas corridas do TT as mulheres também sempre marcam presença em categoria exclusiva. Na edição deste ano 13 mulheres estiveram na pista: “isso além de valorizar a presença feminina, promove a integração da família ao evento, que até então era exclusivamente masculino. Hoje alguns maridos, pais, amigos ou namorados cingem a prepararem a motocicleta juntos e a prestarem assistência às pilotos”, lembra Vinicius.


Mas é não só corrida e exposição que compõe o PNT-TT. Nas palavras do Vinicius: “o evento é multifacetado, envolvendo oficina, rodas de bate papo, concurso de elegância, corridas, negócios, feiras de ‘pulgas’ público, curiosidades, ex-pilotos, restaurações voltadas ao evento, por vezes concluídas encima da hora ou mesmo durante o evento. A feira de venda de peças é um grande atrativo


Materia completa  no site da  Revista Moto Adventure
https://motoadventure.com.br/pnt-tt-colocando-os-classicos-para-rodar/


















terça-feira, 10 de julho de 2018

Egypt Riders: Unidos pelo motociclismo

O EgyptRiders começou suas atividades no Cairo, Egito, em 2011, por iniciativa de Amgad Rophail, diretor do grupo, além de outros  motociclistas. “Um dos meus amigos conheceu o fundador do Jordan Riders e eles concordaram em criar uma espécie de filial no Egito”, diz Amgad. O EgyptRiders é uma filial do Jordan Riders, fundado em 2010, com grupos presentes em mais de 15 países e um total de mais de 2.000 membros. Todos fazem questão de estar sempre em contato. “Temos um evento anual, o Jordan Riders Rally, que acontece em abril, na Jordânia, onde reunimos todos os representantes do grupo. 


 Com o slogan “Future Isprettier”, ou seja, o futuro é mais bonito, o EgyptRiders, também realiza muitos eventos voltados para a caridade,
 turismo, segurança, e seu lema é fazer coisas boas agora para que o futuro seja realmente melhor. “A maioria dos nossos eventos é dedicado à caridade ou ao incentivo do turismo interno para o Egito, para que os próprios egípcios conheçam e viagem pelo seu país. Temos uma campanha para a segurança dos motociclistas em estradas e distribuímos adesivos e folhetos em vários locais. Uma bela união biker que se diverte rodando, mas que também pensam num futuro melhor para todos”.
Matéria completa    no site da  Revista Moto Adventure 
Matéria Claudia  Terra
https://motoadventure.com.br/egyptriders-unidos-pelo-motociclismo/













domingo, 29 de abril de 2018

Harley Davidson é sucesso no Egito


HOG  Egito- Harley  Davidson- A lenda  de  115 anos  é   uma  paixão  na bela  terra dos  faraós

A motocicleta americana é sucesso no Egito entre os motociclistas mais estilosos da terra das fantásticas pirâmides. A Harley Davidson chegou ao país em 2010 com a empresaria e motociclista Indji Ghattas: “atualmente  temos uma concessionária no Cairo e outra em Giza. Trabalhamos com vendas de Harleys novas e seminovas,  inclusive com financiamentos, além de uma oficina autorizada em Gizé”, diz Indji. Mas de acordo com Indji introduzir no Egito a cultura do motociclismo, foi uma missão muito difícil, que na verdade, apesar de estar atualmente bastante evoluída na aceitação das  motocicletas como atividade segura de lazer, ainda  há muito desafios a vencer:” o maior desafio continua sendo a cultura. Em primeiro lugar, que toda a gente relaciona o perigo e a morte com a motocicleta. Em segundo lugar, eles não veem isso totalmente como uma paixão ou hobby. Levou anos e anos para estabelecer o entendimento e introduzir uma nova cultura de entusiastas do motociclismo no Egito”, lembra Indji.
 Matéria   Claudia  Terra  #cmdterra
 Matéria   completa  no site da  Revista  Moto Adventure